quinta-feira, 12 de abril de 2018

CS-TRB - Incidente na ilha do Corvo

   Segundo o site "The Aviation Herald", o Dash 8 Q200, CS-TRB da SATA, sofreu no dia 11/04/2018 um incidente ao aterrar no Aeródromo do Corvo (LPCR).
   Tendo em conta a publicação daquele site, a aeronave aterrou com demasiada força, efectuando  uma "hard landing" e subsequente "bouncing", que provocaram danos no trem de aterragem esquerdo e derrame de liquido hidráulico.
   Como resultado, a aeronave necessitou de efectuarhttp://avherald.com/h?article=4b738690&opt=0 o voo entre a ilha do Corvo e ilha das Flores sem passageiros e com o trem de aterragem aberto, aguardando a chegada de uma equipa de técnicos que viajaram noutra aeronave da companhia, tendo sido sujeita às reparações necessárias no Aeroporto das Flores (LPFL) para regressar ao Aeroporto de  Ponta Delgada (LPPD).
   O CS-TRB descolou do Aeroporto das Flores cerca das 10H do dia 12/04/2018.


Foto retirada do site "The Aviation Herald" 

terça-feira, 6 de fevereiro de 2018

sábado, 6 de janeiro de 2018

Dash 8 Q200 Bounced Landing LPFL - 02/01/2018

Para os mais rudes:

A actividade do Spotting a Ocidente não se prende com uma boa ou má publicidade do que quer que seja.

Este é um espaço dedicado exclusivamente à aviação,e as filmagens/fotos do Spotting a
Ocidente têm o único objectivo de dar a conhecer ao Mundo, um pouco do que se passa na ilha das Flores, e algumas vezes na vizinha ilha do Corvo, a nível de aviação.

Em momento algum a publicação destas imagens, principalmente aquelas que apresentam aterragens difíceis, em condições climatéricas adversas, propõem-se a trazer uma má publicidade à ilha das Flores, ou provocar que existam mais cancelamentos.

Má publicidade é querer visitar a ilha das Flores e não conseguir porque os voos estão cheios e não há outra forma de o fazer.

Má publicidade é visitar a ilha das Flores e não existirem estruturas suficientes para acolher aqueles que escolhem este Paraíso para desfrutar dias de descanso, ou até mesmo de trabalho.

Má publicidade é tudo o que poderia estar melhor na ilha das Flores, mas que por inércia de uns e casmurrice de outros, continua a ser descurado de uma forma evidente.

O que o Spotting a Ocidente faz, é dar a conhecer a árdua tarefa que é ser piloto/tripulante
de avião no arquipélago dos Açores, neste caso em concreto no Aeroporto das Flores.

Por isso, meus amigos, seguidores e afins do Spotting a Ocidente, não escolham este meio de divulgação como sendo o bode expiatório de tudo o que de mal se passa nesta ilha, escolham antes aqueles que tem competências na matéria de gerência do bem público/privado.
Deixo-vos aqui as filmagens do SP 542, também do dia 02/01/2018.
Bem hajam.
Bruno Filipe Carvalho Pinheiro da Costa

terça-feira, 2 de janeiro de 2018

Bem-vindo 2018 - Ventos cruzados em LPFL

02/01/2018 - O pequenino Q200 numa luta constante contra os ventos cruzados que se fizeram sentir em LPFL.
Mau para uns e bom para outros, não há dúvida que o profissionalismo está bem presente na vida destas tripulações.


terça-feira, 7 de novembro de 2017

"O Drama. O Horror. O Borrego."

    Um excelente artigo que dá a conhecer que "O Borrego é a mais perigosa manobra da Aviação, que tem traumatizado milhares de passageiros. Esta manobra súbita, normalmente efectuada por um piloto pouco experiente só aparece nas notícias graças à denúncia de alguma celebridade e demonstra a facilidade com que pode acontecer um acidente de Aviação."





sábado, 7 de outubro de 2017

Pilatus PC-12/47E - Private

    Este belo Pilatus PC-12, vindo da Corunha numa viagem de lazer, brindou-nos com a sua passagem por LPFL.
    Fotos gentilmente cedidas pelo Tito Noia a quem desde já agradecemos a disponibilidade.







sábado, 23 de setembro de 2017

EH 101 - Merlin Força Aérea Portuguesa - Crosswind operations LPFL

   Esta operação foi motivada por uma evacuação médica, e apenas foi possível porque existem mulheres e homens de grande bravura, disponíveis 24 horas, sempre prontos para socorrer a população florentina, mesmo quando as condições atmosféricas não são as melhores.
   Estes sim, têm o direito de ver, e serem, reconhecidos pelo verdadeiro sentido de dever público.